“A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.

Paulo Freire

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

7º ANO - APOSTO



Aposto é o termo da oração que se refere a um substantivo, a um pronome ou a uma oração, para explicá-los, ampliá-los, resumi-los ou identificá-los.

“Nossa terra, o Brasil, carece de políticas sociais sérias”.

Entre o aposto e o termo a que ele se refere quase sempre há uma pausa, marcada na escrita pela vírgula, ou, em casos especiais, por dois-pontos, travessão ou parênteses.

Titio, irmão de papai, chega hoje de São Paulo.
Tudo – alegrias, tristezas, preocupações – ficava estampado logo no seu rosto.
Duas coisas o encorajam, a fé e a confiança em si.
Cinema, rádio ,televisão, nada o divertia.
Tirou duas notas a saber: oito e nove.

Quando o aposto especifica ou individualiza o termo a que se refere, geralmente não há pausa. Veja:

                Àquela hora a avenida Recife estava congestionada.

MORFOSSINTAXE DO APOSTO

O aposto pode ser representado por substantivo, pronome e oração subordinada substantiva(apositiva):

Meu grande desejo é este: viajar nas férias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário